Jornalismo Ambiental no Brasil e no Mundo

Notícias e conteúdos sobre a prática do jornalismo na área de meio ambiente no Brasil e no Mundo

Jornalista condenado por danos morais após denunciar grilagem na Amazônia recebe prêmio por atuação jornalística

Deixe um comentário

O mesmo trabalho que levou o jornalista Lúcio Flávio Pinto a ser condenado pela Justiça do Pará o consagrou vencedor da 34ª edição do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, informou o site Ambiente Já. Sua atuação jornalística na Amazônia já lhe rendeu mais de 33 processos judiciais, mas também vários reconhecimentos, dentre os quais quatro prêmios Esso, o mais importante de jornalismo do Brasil.

A premiação, que será entregue no dia 23 de outubro, em São Paulo, é concedida pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo, desde 1979, a profissionais e veículos de comunicação que se destacaram na defesa da cidadania e dos direitos humanos e sociais.

Pinto, editor do Jornal Pessoal há 25 anos, é um dos repórteres mais perseguidos e ameaçados da região amazônica por conta de suas denúncias. Na última quarta-feira, 6 de junho, ele anunciou que pagaria antecipadamente a indenização por danos morais a ele imposta em razão da publicação de uma reportagem, de acordo com a Folha de S. Paulo. O valor da indenização, estimado pelo jornalista em cerca de R$27 mil, será pago com os recursos arrecadados com doações de amigos e leitores.

Em fevereiro deste ano, depois de um revés judicial em primeira instância e sua confirmação no Superior Tribunal de Justiça, Pinto decidiu que não iria mais recorrer do processo do qual foi alvo após denunciar a grilagem de terras praticada no Pará pelo empresário Cecílio do Rego Monteiro, dono de uma das maiores empreiteiras do país. A Polícia Federal comprovou a grilagem, mas o empresário não foi preso, pois o crime já estava prescrito.

Veja no vídeo a seguir, produzido pelo programa Observatório da Imprensa, uma entrevista com Pinto, um dos principais especialistas do país na cobertura da Amazônia.

Lúcio Flávio

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s