Jornalismo Ambiental no Brasil e no Mundo

Notícias e conteúdos sobre a prática do jornalismo na área de meio ambiente no Brasil e no Mundo

Ambiente em Crise

Deixe um comentário

por Juarez Tosi
Edição Nº 1 – Out / 1996 do Jornal Viva, do
Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul – NEJRS (pág. 2)

Enquanto a sociedade gaúcha tentava se organizar, sob o tacão da repressão militar, em pleno ano de 1972, um jovem, recém saído da Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul demonstrava sua insatisfação de uma forma até então inédita: criando, na Rádio da Universidade, um programa de ecologia. Naquela época, poucos eram os que conseguiam ver a rapidez com que as lavouras eram envenenadas com agrotóxicos, os rios poluídos, as matas devastadas, entre outros fatores que degradavam de forma assustadora a notureza.

Disposto a dar sua colaboração, o agrônomo Lair Ferreira inaugurava, na Rádio da Universidade, um programa semanal, com duração de meia hora, chamado “Ambiente em Crise”. Logo o título do programa despertou a atenção dos censores, que exigiam desde as resenhas das notícias até a relação das músicas que seriam executadas. “Felizmente”, conta Lair, “conseguimos sempre contornar os problemas e nunca houve qualquer tipo de censura na programação, apesar da inquietação que os censores demonstravam pelo título do programa Ambiente em Crise”.

Modestamente, Lair prefere não se considerar hoje um dos pioneiros dos programas de ecologia nos meios de comunicação. Em janeiro de 1997 seu programa completará 25 anos de transmissão de forma ininterrupta. Ambiente em Crise introduziu na média questões polêmicas. “Naquele período os programas tinham um caráter mais de denúncia. As matas cediam lugar para a monocultura da soja e o agrotóxico era usado de forma indiscriminada”, relembra ele.

Passada a época difícil do controle pela censura, o programa foi conquistando seu espaço. A maior alegria que tenho hoje, comemora Lair Ferreira, é ouvir as pessoas, muitas até estranhas, comentarem os assuntos discutidos no programa. Essa credibilidade de 25 anos, que o torna um dos programas mais antigos na radiodifusão do Estado, deve ser mantida, entende ele. “Assim, no futuro”, conclui, “a sociedade poderá dizer que sempre teve um espaço aberto, livre de censura”.

Ambiente em Crise vai ao ar todas as segundas-feiras, às 12h, na Rádio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Anúncios

Autor: Redação

Jornalista, Porto Alegre, RS Brasil.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s