Jornalismo Ambiental no Brasil e no Mundo

Notícias e conteúdos sobre a prática do jornalismo na área de meio ambiente no Brasil e no Mundo

Academia & Cursos

Graduação

 

  • UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Porto Alegre, RS

A Professora Ilza Tourinho Girardi (Currículo Lattes), Doutora em Comunicação pela Universidade de São Paulo, mantém disciplina “JornalismoAmbiental” na gradução do curso de Comunicação Social -Jornalismo – da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS     http://ufrgs.br. Email: ilza.girardi@ufrgs.br
  • UNIRITTER – Porto Alegre, RS 

O Jornalista Roberto Villar ( Currículo Lattes) iniciou a proferir o curso obrigatório de Jornalismo Ambiental no curso de Jornalismo da UNIRITTER – www.uniritter.edu.br, Universidade sediada em Porto Alegre e Canoas, no Rio Grande do Sul. Nota foi publicada neste blog – veja o conteúdo. 

  • PUC – Rio de Janeiro, RJ

Cadeira criada no curso de Jornalismo da PUC-Rio pelo Jornalista e Professor André Trigueiro. Veja detalhes em Mundo Sustentável – http://www.mundosustentavel.com.br.
  • UFSM – Universidade Federal de Santa Maria, RS – Campus Frederico Westphalen

Como disciplina complementar
  • Faculdade Seama – Macapá, AP

Como disciplina obrigatória.
  • UFG – Universidade Federal de Goiás

Desde 2005, a Professsora Lisbeth Oliveira (Currículo Lattes) ministra curso.

Pós-Graduação

  • Universidade Federal de Sergipe – Departamento de Artes e Comunicação*

LICA – Laboratório Interdisciplinar de Comunicação Ambiental – O LICA é um grupo de pesquisa e produção experimental formado por quatro professores do Departamento de Artes e Comunicação da Universidade Federal de Sergipe (UFS) que atuam nas áreas deJornalismo, Audiovisual, Publicidade e Marketing, e Mídias Digitais. Ver mais.
  • Grupo de Pesquisa em Jornalismo Ambiental – UFRGS/BR

O grupo tem por objetivo realizar estudos que venham a contribuir com a constituição de um referencial teórico para o jornalismo ambiental.  Aglutina os estudos das Teorias do Jornalismo, especialmente no campo da ética e da função social do jornalismo na construção da cidadania, com os paradigmas Complexo e da Ecologia Profunda e a Corrente Teórica Ecossocial sobre Sustentabilidade. Os estudos pretendem incorporar um novo olhar ao jornalismo, que contemple a sustentabilidade da vida no Planeta, a solidariedade, a justiça social e a construção da paz. Detalhes no site: http://jornalismoemeioambiente.com e em https://www.facebook.com/grupodepesquisajornalismoambiental/

Anúncios