Jornalismo Ambiental no Brasil e no Mundo

Notícias e conteúdos sobre a prática do jornalismo na área de meio ambiente no Brasil e no Mundo


Deixe um comentário

Roda Viva entrevista ao vivo o Ministro do Meio Ambiente nesta segunda, 26/8

Captura de Tela 2019-08-24 às 20.30.14.pngO ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ocupa o centro do Roda Viva na segunda-feira (26/8). O programa apresentado por Daniela Lima vai ao ar a partir das 22h, ao vivo, na TV Cultura. A entrevista ainda pode ser acompanhada no site da emissora, no Twitter, no Facebook, no YouTube e no aplicativo Cultura Digital.

Compõem a bancada de entrevistadores Ana Carolina Amaral, repórter de Meio Ambiente da Folha de S.Paulo e autora do blog Ambiência, além de dirigente da Rede Brasileira de Jornalismo Ambiental; Daniela Chiaretti, repórter especial do Valor Econômico; Giovana Girardi, repórter de Ambiente do jornal O Estado de S. Paulo; Washington Novaes, jornalista; e Daniel Gallas, correspondente de Economia da BBC na América do Sul. O programa conta também com a participação fixa do cartunista Paulo Caruso. Continuar a ler


Deixe um comentário

Publico.pt diz que ‘Ser jornalista de ambiente já é quase tão perigoso como ser repórter de guerra’

Captura de Tela 2019-06-18 às 14.21.17O jornal-web Publico.pt divulgou nesta segunda-feira (17/6/2019) matéria não assinada sobre o trabalho do jornalista na cobertura de questões ambientais. O trabalho chega a conclusão que ‘ser jornalista de ambiente já é quase tão perigoso como ser repórter de guerra’.

Público é um jornal diário de grande informação, orientado por critérios de rigor e criatividade editorial, sem qualquer dependência de ordem ideológica, política e económica, diz o próprio.


Deixe um comentário

Grupo de Pesquisadores lança o Observatório de Jornalismo Ambiental

Captura de Tela 2019-04-16 às 10.06.40Como primeira matéria do Observatório de Jornalismo Ambiental, o Grupo de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental publicou nesta segunda-feira (15/4) a primeira matéria, de autoria do  jornalista, professor e doutorando em comunicação Roberto Villar Belmonte. Na matéria, intitulada “Agrotóxicos: qual a função e o limite do jornalismo?“, Belmonte analisa o conteúdo da série de reportagens veiculadas no Globo Rural, de 31 de março e 7 de abril produzidas no Paraná.

Para o autor, “as reportagens abrem com a vinheta do Globo Natureza, sugerindo ao telespectador que a perspectiva apresentada seria a da natureza ou ambiental”“No entanto”, observa, “o enquadramento foi o do Agro é Pop: a Indústria-Riqueza do Brasil, campanha publicitária em prol do agronegócio exibida no horário nobre da emissora”.

Para o professor, “O programa comprou a resposta da indústria: O Brasil tem problemas com agrotóxicos – quase 40 mil casos de intoxicações notificados entre 2007 e 2017 – porque os agricultores usam errado o veneno.”.


Deixe um comentário

Ambiente em Crise

por Juarez Tosi
Edição Nº 1 – Out / 1996 do Jornal Viva, do
Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul – NEJRS (pág. 2)

Enquanto a sociedade gaúcha tentava se organizar, sob o tacão da repressão militar, em pleno ano de 1972, um jovem, recém saído da Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul demonstrava sua insatisfação de uma forma até então inédita: criando, na Rádio da Universidade, um programa de ecologia. Naquela época, poucos eram os que conseguiam ver a rapidez com que as lavouras eram envenenadas com agrotóxicos, os rios poluídos, as matas devastadas, entre outros fatores que degradavam de forma assustadora a notureza. Continuar a ler


Deixe um comentário

Liana John estará no IV Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental

Captura de Tela 2018-09-18 às 22.11.12Liana John é conhecida jornalista brasileira e fotógrafa. Há 40 anos faz reportagens, escreve e edita publicações, principalmente sobre meio ambiente, mudanças climáticas e sustentabilidade. Desde 2010 ministra aulas de Comunicação e Meio Ambiente no Mestrado Profissional em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável, na Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade do Instituto de Pesquisas Ecológicas, IPÊ.

Jornalista profissional desde 1977 e jornalista ambiental desde 1983. Liana John edita a revista Ciência Pantanal, escreve no site Conexão Planeta e foi blogueira no portal Planeta Sustentável (2010 a 2015. Também foi colaboradora do site e da revista National Geographic Brasil (2010 a 2015) e participou ativamente do evento Agrisustenta, realizado pela Editora Abril na ESALQ/USP e resumido no livro eletrônico Agrisustenta 2014, a Revolução tropical no Campo.

É sócia e editora executiva da Camirim Editorial e coautora dos livros Food and Wisdom: sustaining our future by harvesting biodiversity (2013); O Valor da Água (2011) e Jaguar, o rei das Américas (2010), além das cartilhas de educação ambiental Dê passagem para a Vida (2014), Tem Tatu na Toca (2014) e Minha Amiga é uma Anta (2011).


Deixe um comentário

Nova edição do Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental confirmada para setembro

Captura de Tela 2018-04-23 às 21.45.38A quarta edição do Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental (ENPJA) será nos dias 27 e 28 de setembro/2018 na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (Fabico) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre. Neste ano o evento contará, além das já tradicionais sessões de apresentação de trabalhos orientados para o Jornalismo Ambiental, programação voltada para a reflexão e debate do Jornalismo e Mudanças Climáticas, uma das questões ambientais mais atuais e urgentes do nosso tempo.

Além de ser uma edição temática, a edição de 2018 traz outra novidade: a inclusão da relatoria nas sessões de Comunicações Livres. A proposta busca qualificar ainda mais a discussão do tema.

O IV ENPJA possui uma categoria de Iniciação Científica, dedicada à formação de jovens pesquisadores, e uma de Comunicações Livres. Os trabalhos científicos podem ser enviados até dia 30 de julho, segundo as orientações do template, para o e-mail: enpja@jornalismoemeioambiente.com . Para mais informações sobre a chamada de trabalhos, confira a aba “Normas”.


Deixe um comentário

Portugal: nomes importantes do jornalismo ambiental em Guimarães

Alguns dos mais importantes jornalistas ambientais portugueses e estrangeiros estarão em Guimarães, cidade situada ao norte de Portugal, no próximo dia 23 de março para discutir a importância da comunicação social na mudança de paradigma da sociedade. Inserida no Ciclo de Conferências Guimarães mais Verde, o Município de Guimarães e o Laboratório da Paisagem organizam a Conferência Internacional “Os Media e a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”.

Geoffrey Lean, o primeiro jornalista ambiental do mundo, que já ganhou o British Press Awards, prémio britânico equivalente aos Pulitzers, e Richard Weyndling, da Environmental News Daily Service, serão os dois oradores internacionais convidados, que darão a conhecer a sua vasta experiência. A estes somam-se os nomes de Sérgio Figueiredo, diretor de informação da TVI, Lavinia Leal (RTP), Elsa Alves (Lusa), Arminda Deusdado (Farol de Ideias – Biosfera), Tiago Mendes Dias (Público), Eliseu Sampaio (Mais Guimarães), Joaquim Fernandes (Rádio Santiago) e Sónia Monteiro (Rádio Fundação), que farão parte de um painel alargado que debaterá “Como comunicar a Sustentabilidade? O poder dos Media”.

Continuar a ler