Jornalismo Ambiental no Brasil e no Mundo

Notícias e conteúdos sobre a prática do jornalismo na área de meio ambiente no Brasil e no Mundo


Deixe um comentário

Artigo de Dal Marcondes: “A sociedade precisa de jornalismo independente e é preciso pagar por isso”

A causa do jornalismo ou o jornalismo de causa

Captura de Tela 2016-04-28 às 23.32.23O jornalismo deixou de ser um elemento de apoio para causas, para tornar-se ele mesmo uma causa. A sociedade precisa de jornalismo independente e é preciso pagar por isso.

Por Dal Marcondes, da Envolverde*

A crise do modelo de financiamento do jornalismo não tem nenhuma relação mais expressiva com a crise política e econômica que se instalou no Brasil a partir de 2013. É uma crise de modelo de negócio e tem mais a ver com algoritmos do que com competência das mídias ou qualidade do jornalismo oferecido à sociedade. O modelo de financiamento ao jornalismo segue no Brasil um padrão quase universal, anunciantes que precisam dar publicidade a seus produtos buscam empresas jornalísticas e compram espaços em suas páginas. E assim foi por muito tempo. Continuar a ler

Anúncios


Deixe um comentário

Maurício Tuffani lança iniciativa própria: Direto da Ciência

Captura de Tela 2016-04-10 às 08.39.29A partir desta sexta-feira, dia 1/4, o jornalista Maurício Tuffani inicia nova caminhada na divulgação jornalística de qualidade na área de ciência e meio-ambiente.  Estará no ar o site Direto da Ciência que terá atualização diária com destinação a um público com curso superior – basicamente professores, pós-graduandos e pesquisadores.

Tuffani é jornalista há 38 anos e deixa a função de editor da edição brasileira da revista Scientific American e o blog no site da Folha de S. Paulo.


Deixe um comentário

Artigo de Hiram Firmino sobre a Folha do Meio Ambiente

O sCaptura de Tela 2016-03-02 às 01.10.26ite da Revista ‘Ecologico’ publica artigo do jornalista Hiram Firmino sobre o fato de a Folha do Meio Ambiente, existente há 26 anos sob edição do jornalista Silvestre Gorgulho, estar deixando de circular em papel.  A folha imprimia 25 mil exemplares até dezembro de 2015. A partir de janeiro de 2016, passou a existir apenas na via digital.


1 Comentário

Jovens promovem cobertura colaborativa da COP21, em Paris

logo_viracao_balao_brancoEm Paris, de 26 de novembro a 14 de dezembro, cerca de 30 adolescentes e jovens representantes de 12 Países (Brasil, Argentina, Colômbia, Costa Rica, Itália, França, Espanha, Portugal, Dinamarca, Lituânia, Grécia e Turquia) vão colaborar com a Agência Jovem de Notícias Internacional durante a Conferência ONU sobre o Clima (COP21) e eventos promovidos pela sociedade civil organizada.

Trata-se de um projeto de Educomunicação que tem como objetivo contar de forma colaborativa, a partir da perspectiva da juventude e por meio da produção de artigos, fotos e vídeos, o que estará rolando na cidade de Paris. Continuar a ler


1 Comentário

Estudante e professora de Jornalismo querem indignação na Cobertura de Mariana

logo-observatorio-da-imprensaO Observatório de Imprensa publicou na última sexta-feira o artigo Carta aos Estudantes de Jornalismo de Minas Gerais. O texto, de autoria do estudante de Jornalismo Yago Sales e da  Juliana Junqueira, jornalista, mestre em Comunicação e professora de Jornalismo, lançam um manifesto a favor da prática de um jornalismo feito com indignação na cobertura do desastre de Mariana.

Pede o texto: (…) Por isso escrevemos esta carta aberta aos estudantes de Minas Gerais, sobretudo de Jornalismo – com seu estigma de relatar – a produzir um material producente sobre a tragédia de Mariana. Empenhem-se em trabalhar com narrativas voltadas à tragédia. Escrevam livros-reportagens, artigos, ensaios. Arquem com o compromisso, primordial do Jornalismo, de remontar histórias. Deem voz a emudecidos pelo terror de enxergar o barro sobre a própria história. Devolvam à sociedade um jornalismo de verdade. Investiguem. Aprofundem o assunto. Abandonem as coberturas superficiais. Deem nomes aos bois. Apontem os culpados. Explicitem as causas e consequências do fato. Tratem o ocorrido como um crime ambiental e não como um acidente. Expliquem à sociedade que a tragédia poderia ter sido evitada. O compromisso do jornalismo é com a verdade e não com os interesses econômicos. (…)

Veja a íntegra na origem.