Jornalismo Ambiental no Brasil e no Mundo

Notícias e conteúdos sobre a prática do jornalismo na área de meio ambiente no Brasil e no Mundo


Deixe um comentário

Roda Viva entrevista ao vivo o Ministro do Meio Ambiente nesta segunda, 26/8

Captura de Tela 2019-08-24 às 20.30.14.pngO ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ocupa o centro do Roda Viva na segunda-feira (26/8). O programa apresentado por Daniela Lima vai ao ar a partir das 22h, ao vivo, na TV Cultura. A entrevista ainda pode ser acompanhada no site da emissora, no Twitter, no Facebook, no YouTube e no aplicativo Cultura Digital.

Compõem a bancada de entrevistadores Ana Carolina Amaral, repórter de Meio Ambiente da Folha de S.Paulo e autora do blog Ambiência, além de dirigente da Rede Brasileira de Jornalismo Ambiental; Daniela Chiaretti, repórter especial do Valor Econômico; Giovana Girardi, repórter de Ambiente do jornal O Estado de S. Paulo; Washington Novaes, jornalista; e Daniel Gallas, correspondente de Economia da BBC na América do Sul. O programa conta também com a participação fixa do cartunista Paulo Caruso. Continuar a ler


Deixe um comentário

Publico.pt diz que ‘Ser jornalista de ambiente já é quase tão perigoso como ser repórter de guerra’

Captura de Tela 2019-06-18 às 14.21.17O jornal-web Publico.pt divulgou nesta segunda-feira (17/6/2019) matéria não assinada sobre o trabalho do jornalista na cobertura de questões ambientais. O trabalho chega a conclusão que ‘ser jornalista de ambiente já é quase tão perigoso como ser repórter de guerra’.

Público é um jornal diário de grande informação, orientado por critérios de rigor e criatividade editorial, sem qualquer dependência de ordem ideológica, política e económica, diz o próprio.


Deixe um comentário

Revista ECO21 lança financiamento coletivo

Captura de Tela 2019-05-09 às 21.26.58A Revista ECO21 abriu a possibilidade de receber ajuda via financiamento coletivo sediado no Catarse. 

A revista foi criada em 1990 para ampliar o conhecimento sobre temas ambientais no Brasil e no Rio de Janeiro em especial. A cidade receberia dois anos depois a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, também conhecida como Cúpula da Terra ou Rio 92.

Por iniciativa dos jornalistas Lucia Chayb e René Capriles, a revista continua sendo editada e mensalmente oferece o que considera de mais importante sobre meio ambiente no Brasil e no mundo, por meio  de um olhar atento e profissional e conhecimento dos temas.

Os recursos dessa captação serão utilizados para modernizar a presença da ECO21 na internet e ampliar seu alcance junto aos leitores de todo o Brasil, em um momento em que a informação qualificada ganha relevância extra frente ao grande volume de dados fora de contexto e falsos que assolam a sociedade.

  • Colabore com o fortalecimento da Revista ECO21 e sua evolução no ano em que completa 3 décadas de jornalismo
  • Site do Financiamento Coletivo SOS Revista ECO21


Deixe um comentário

Grupo de Pesquisadores lança o Observatório de Jornalismo Ambiental

Captura de Tela 2019-04-16 às 10.06.40Como primeira matéria do Observatório de Jornalismo Ambiental, o Grupo de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental publicou nesta segunda-feira (15/4) a primeira matéria, de autoria do  jornalista, professor e doutorando em comunicação Roberto Villar Belmonte. Na matéria, intitulada “Agrotóxicos: qual a função e o limite do jornalismo?“, Belmonte analisa o conteúdo da série de reportagens veiculadas no Globo Rural, de 31 de março e 7 de abril produzidas no Paraná.

Para o autor, “as reportagens abrem com a vinheta do Globo Natureza, sugerindo ao telespectador que a perspectiva apresentada seria a da natureza ou ambiental”“No entanto”, observa, “o enquadramento foi o do Agro é Pop: a Indústria-Riqueza do Brasil, campanha publicitária em prol do agronegócio exibida no horário nobre da emissora”.

Para o professor, “O programa comprou a resposta da indústria: O Brasil tem problemas com agrotóxicos – quase 40 mil casos de intoxicações notificados entre 2007 e 2017 – porque os agricultores usam errado o veneno.”.


Deixe um comentário

Inscrições abertas até 11/3 para a Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental

Captura de Tela 2019-02-17 às 15.55.10Estão abertas as inscrições para o concurso de Curtas EcoFalante da 8a. Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental

A Mostra recebe inscrições de filmes de 11 de fevereiro a 11 de março de 2019.

A Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental é um evento anual que contribui para a difusão de importantes e premiadas obras cinematográficas raras ao público brasileiro. Através de filmes e debates, a Mostra amplia e enriquece discussões ambientais que envolvem a totalidade de nossa sociedade. Continuar a ler


Deixe um comentário

‘Eco-reportagem em multiplataforma’ será o tema da jornalista Lara Ely

ab0edb08-166d-461f-99d7-14bf7738bcd8A jornalista Lara Ely estará nesta sexta, 15/2/2019, participando da roda de conversa sobre “Eco-reportagem em multiplataforma“. Será às 18h30min no Galpão do Plátano – rua Gen. João Manuel, 627, no Centro Histórico de Porto Alegre.

A Lara que também é idealizadora do @ecohistorias irá relatar sobre sua experiência em empreender no jornalismo e sustentabilidade. De lambuja, ainda poderão ser conferidos os bastidores da série documental “Sementes do Amanhã”, que trata sobre as sementes nativas que correm o risco de extinção aqui no Brasil, em que a Lara é autora trabalhando com uma grande equipe.

O Galpão do Plátano localiza-se na escadaria existente entre a rua Gen. João Manuel e a rua Fernando Machado.

O que: Roda de conversa: Eco-jornalismo em multiplataforma com Lara Ely
Data: 15 de fevereiro, sexta-feira
Horário: 18h30min
Local: Galpão do Plátano, Rua João Manoel, 627, junto à Feira Ecológica e Colonial
Valor: contribuição espontânea
Organização: Organifica
Colaboração: Ecohistórias
Apoio: Organicidade | Galpão do Plátano


Deixe um comentário

Ecojornalismo na prática

Por Isak Bejzman,
Edição Nº 1 / Out / 1996 do Jornal Viva, do
Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul (NEJRS) (pág. 2)

Fazer jornalismo científico já é difícil; dedicar-se à  prática do ecojornalismo é bem mais complexo. Neste último tipo o jornalista media com seu texto uma relação entre o cientista e o público leigo, entrando, além disso, no assunto, também os políticos, os empresários e os interesses que navegam por esses campos. Continuar a ler