Jornalismo Ambiental no Brasil e no Mundo

Notícias e conteúdos sobre a prática do jornalismo na área de meio ambiente no Brasil e no Mundo


Deixe um comentário

Vaga para assessor/a de comunicação do Instituto Mamirauá

Há vaga para quem é formado em Comunicação ou áreas afins no Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá com sedes em Belém no Estado do Pará e Tefé no Estado do Amazonas. Há outras exigências além do diploma em Comunicação Social. O interessado poderá submeter a documentação necessária até 13/4/2022.

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá foi criado em abril de 1999. É uma Organização Social fomentada e supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. Desde o início, o Instituto Mamirauá desenvolve suas atividades por meio de programas de pesquisa, manejo de recursos naturais e desenvolvimento social, principalmente na região do Médio Solimões, estado do Amazonas.

Continuar a ler


Deixe um comentário

Palestra sobre os Novos Paradigmas da Comunicação, com Roberto Villar e Jefferson Pinheiro

Os Amigos da Terra Brasil (www.natbrasil.org.br) promove na próxima quarta-feira (4/9) mais uma edição mensal da QUARTA TEMÁTICA. No evento, os Jornalistas Jefferson Pinheiro, do Coletivo Catarse, e Roberto Villar Belmonte, Freelancer e mestrando em Comunicação pela UFRGS, falam sobre “os desdobramentos contemporâneos influenciados pelas transformações que vem ocorrendo na comunicação˜.

Será dia 3/9, quarta-feira, às 19 horas, na CasaNAT – rua Olavo Bilac, 192, sede da organização, na Cidade Baixa, em Porto Alegre.

 

Fonte


Deixe um comentário

Moçambique divulga vencedores do Prêmio de Jornalismo Ambiental

Os jornalistas Boaventura Mandlate (Rádio Moçambique), Simone Francisco Muvalane Gomane (Diário de Moçambique), e César Ibraimo Nacuo (Instituto de Comunicação Social) são os vencedores da primeira edição do Prémio de Jornalismo Ambiental, uma iniciativa promovida pelo Ministério para a Coordenação da Acção Ambiental (MICOA)

Este prémio, cujos vencedores foram anunciados na tarde de 14/9/2012, em Maputo, foi criado para incentivar um maior envolvimento da sociedade civil em acções de consciencialização ambiental visando a mudança de atitude rumo à gestão sustentável do ambiente.

Boaventura Mandlate ganhou o prémio com o trabalho “Impacto Ambiental da Navegação sobre o Rio Zambeze”, tendo Simone Francisco Muvalane sido laureado com a obra “Parque Automóvel e a Saúde Pública”, e César Ibraimo Nacuo vencendo com a peça “Degradação Ambiental”. Continuar a ler